segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Já pensou em terapia infantil em grupo? Ligue (11) 3667-7685

0

Em alguns casos crianças precisam de terapia, e esse atendimento é especial, seguindo padrões diferentes do atendimento psicológico ao adulto.

Isso acontece porque as crianças se comunicam de forma diferente, por não saberem ainda se expressar completamente por palavras, assim como fazem os adultos.

Cada caso é analisado de forma única, pois cada ser humano é único.

Porém, nos atendimentos infantis, tirar o foco do atendimento individual e optar pelo atendimento em grupo é uma excelente escolha!
Terapia Infantil em Grupo: Ligue (11) 3367- 7685

Toda terapia em grupo inicia-se em uma sessão individual, onde se identifica os pontos a trabalhar psicologicamente e se cria uma estratégia para o atendimento em grupo.

Em grupo, as crianças encontram chances de enfrentar situações e tomar decisões. Estimulam a comunicação e o conhecimento. Desenvolvem a capacidade de escutar e criticar.

O grupo de atendimento psicológico infantil deve ser formado por crianças de idade aproximada, a fim de obter bons resultados, sendo que a criança deve ter no mínimo 4 anos para iniciar esse tipo de atividade. Esses grupos devem ter no mínimo 2 crianças e no máximo 6 crianças.

As sessões tem duração de 1 hora onde acontecem brincadeiras lúdicas para estimular a interação entre o grupo e ao mesmo tempo obter o desenvolvimento psicológico.

Terapia Infantil em Grupo: (11) 3367-7685

Alguns adultos consideram estranho o atendimento psicológico infantil ser uma leve brincadeira durante toda a sessão. Mas afirmo com clareza que neste caso, cada brincadeira tem uma base fundamentada, que objetiva trazer um retorno de informações adequado à idade do paciente, possibilitando assim o diagnóstico psicológico que será repassado aos adultos ligados à criança em forma de retorno direcionado, onde é possível traçar um novo caminho estruturado para ter uma bela infância, livre para bons aprendizados.

Eva Strum é psicóloga e realiza acompanhamento psicológico para todas as faixas etárias.
Entre em contato com Eva Strum através do telefone: (11) 3667-7685 ou e-mail: strumeva@gmail.com

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Procurando Tratamento para Dislexia? Ligue (11) 3667-7685

0

A psicóloga Eva Strum orienta e acompanha portadores de dislexia e seus familiares através de atendimentos psicológicos profissionais.

A Dislexia, hoje afeta muitas pessoas em todo o mundo e é conhecida por causar uma desordem no caminho das informações até o cérebro, inibindo o processo de entendimento das letras, causando desconforto no processo escolar de aprendizagem.
Porém, hoje já se sabe que a Dislexia não é uma doença, nem tampouco preguiça, falta de atenção ou má alfabetização.
Para evitar rótulos e situações constrangedoras durante a vida do disléxico, é interessante identificar e diagnosticar o mais cedo possível, além de iniciar acompanhamento psicológico motivacional e orientador.
Leia esse artigo sobre as principais características a se observar e em caso de suspeita, procure a psicóloga Eva Strum para realizar uma avaliação neuropsicológica e obter um diagnóstico.
Todos nós podemos encarar as adversidades e encontrar soluções funcionais para viver com um disléxico ou sendo um disléxico.
Estude, compreenda e busque ajuda psicológica para trilhar um caminho de sucesso como outros tantos disléxicos conhecidos mundialmente! Entre eles: Pablo Picasso (pintor), George Washington (presidente dos Estados Unidos) e Joss Stone (cantora).

Afinal, com acompanhamento psicológico, podemos obter grandes resultados! Sonhe e realize!



Eva Strum é psicóloga realiza acompanhamento psicológico para portadores de Dislexia e familiares. Entre em contato com Eva Strum através de:
Skype: @EvaStrum
Telefone: (11) 3667-7685

E-mail: strumeva@gmail.com

domingo, 24 de julho de 2016

Reflexões sobre o Autismo

0

Existe um ditado popular que diz: “Se a vida lhe der limões, faça uma limonada”.
E quando conversei com Ana Paula, percebi que essa limonada ainda foi adoçada com o autismo.
Uma pessoa doce e prestativa, que não foge a luta e nos dá uma lição de amor ao falar sobre o filho Rafael, portador de autismo.
Segue aqui um lindo relato dessa paciente da psicóloga Eva Strum, que comprova que o amor, dedicação e uma boa orientação psicológica podem fazer uma família vencer e ser feliz independente das adversidades que a vida lhes impõe.
“Bom, o que dizer no que se refere ser mãe de uma criança com TEA (Transtorno do Espectro Autístico)?
O autismo de nosso pequeno Rafael chegou como um choque em nós! Assim como todos, imaginamos que o autista seria uma coisa muito difícil de lidar. A primeiro instante nos jogamos num mundo de informação chamada internet, que tem nos ajudado muito em relação nosso Anjo Rafael!
São muitas formas de desenvolver a sua concentração, disciplina, regras que por muitas vezes os autistas são um tanto quanto resistentes.
Assim como muitas mães, tudo que mais queremos é a ajuda e sobretudo a compreensão de uma sociedade que por muitas vezes não entende a nossa alegria quando nossos pequenos anjos realizam tarefas simples, mas que para nós é o máximo!!!
As vezes tenho dificuldade em lidar com algumas situações por ele não ser muito verbal, mas com terapia e incansáveis estudos tem ajudado muito.
Nossa família também tomou um choque com a notícia, mas o que mais tem ajudado nosso pequeno é o Amor que sentimos por ele e felicidade com sua evolução.
Muitos nos falam que a primeira coisa para começar o tratamento em conjunto é paciência, paciência e paciência. E nosso amor é tão incondicional que faz nossa paciência ser rotina.
E o que gostaria que todos soubessem é o quanto sou feliz por ser mãe de um lindo anjo chamado Rafael! Meu pequeno príncipe...” 
Ana Paula é mãe de Rafael, portador de autismo, e ambos são pacientes da Psicóloga Eva Strum.
Imagens de Rafael, do acervo pessoal da mãe Ana Paula.
Diagramação por Minuta Linguagem Visual. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução.
Após esse relato podemos perceber que muitas vezes procuramos informações para aprender, e em outros momentos buscamos respostas para preencher o vazio da compreensão, mas muitas vezes encontramos relatos que aquecem nossos corações e nos enchem de esperança.
A internet está cheia de informações e respostas. Também de lindos textos inspiradores. Mas melhor do que tudo isso, são as nossas conquistas diárias! Talvez pequenas na visão dos outros, mas grandes em nossos corações.
Saibam que não existem barreiras instransponíveis, apenas rochas a escalar.
Procure um atendimento psicológico, individual ou em grupo e descubra diversas maneiras de ver uma situação, ou uma oportunidade para refletir sobre diversas situações adversas.
Aguardo seu contato.


Eva Strum é psicóloga realiza acompanhamento psicológico para portadores de Autismo e familiares. Entre em contato com Eva Strum através de:
Skype: @EvaStrum
Telefone: (11) 3667-7685
E-mail: strumeva@gmail.com

quarta-feira, 29 de junho de 2016

Sobre Cura para o Mal de Alzheimer

0

Faltam palavras para descrever as mudanças na rotina da família que acolhe o portador de Alzheimer, e por isso tão importante se faz a terapia para todos os envolvidos.

Mas a pergunta que nunca quer calar é: Existe cura para o Alzheimer?

No momento existem apenas estudos e especulações sobre o tema, já com testes em animais e humanos, mostrando ideias e abrindo caminhos para chegar à tão desejada cura desse mal.

Segundo uma matéria publicada no site History Channel, estudos afirmam que as memórias não são apagadas da mente do portador de Alzheimer e sim, temporariamente desligadas. O ponto chave é descobrir a forma de refazer as conexões perdidas para que o portador de Alzheimer volte a lembrar das memórias já armazenadas no cérebro.


Neste outro site também é possível ler sobre o avanço desse estudo citado anteriormente, onde através de novos estímulos, foi possível anular o esquecimento do Alzheimer em um caso isolado, o que traz esperanças aos portadores desse mal. Porém ainda há muita discussão sobre a realização de testes similares em humanos.

Já no site Terra há uma notícia que cientistas americanos estudam que uma célula fundamental para os estímulos imunológicos em pleno funcionamento em um corpo jovem, modifica sua ação quando o corpo envelhece e produz certa proteína, que prejudica a eficiência dessas células.

Baseando-se nesse estudo, os cientistas propõem que uma droga inibidora dessa proteína poderia manter as células funcionando de maneira adequada para diversas tarefas, incluindo o combate aos danos em nervos celulares como acontece no Alzheimer.

Porém, mais próximo da ideia de cura, também existe a notícia de um médico brasileiro que conseguiu realizar uma cirurgia de sucesso em um paciente de 77 anos, portador de Alzheimer, onde foi implantado um estimulador cerebral com função de aumentar o hipocampo, que é o local no cérebro responsável por controlar as memórias.

Nesse caso há relato de melhora significativa em curto espaço de tempo, porém os estudos ainda em fase inicial não conseguem atender a grande demanda dessa doença atualmente.

Para os que estão gerenciando a situação agora, o importante é consultar periodicamente a equipe médica especializada e ter atendimento psicológico regular, que visa identificar o estágio da doença, estimular o portador à continuar ativo a fim de estacionar o progresso desse mal e também para apoio familiar, tornando a estrutura de apoio ao portador de Alzheimer completa e eficiente.

Eva Strum é psicóloga e executa Avaliações Neuropsicológicas, além de acompanhamento psicológico para portadores de Alzheimer e familiares.Entre em contato com Eva Strum através de:Skype: @EvaStrum
Telefone: (11) 3667-7685

E-mail: strumeva@gmail.com

sexta-feira, 6 de maio de 2016

Precisa de uma Avaliação Neuropsicológica? Ligue (11) 3667-7685

0

A Avaliação Neuropsicológica é um procedimento específico, composto por diversas etapas, executado por um profissional em psicologia que investiga detalhes que os exames atuais, como tomografias e ressonâncias magnéticas, ainda não conseguem captar.
Avaliação Neuropsicológica
A AvaliaçãoNeuropsicológica é um complemento importante de diagnósticos de doenças mentais degenerativas e identificação de seus estágios, e em geral é solicitada por médicos geriatras, neurologistas, psicólogos e psiquiatras.

Nessa avaliação são investigadas as funções cognitivas, atividades motoras finas, distúrbios de atenção, memória e percepção, além de alterações cognitivas específicas como capacidade de raciocínio, abstração, cálculo e planejamento.



--------------------------------------------------------

Eva Strum é psicóloga e executa Avaliações Neuropsicológicas.
Entre em contato com Eva Strum através de:
Skype: @EvaStrumTelefone: (11) 3667-7685
E-mail: strumeva@gmail.com

Fale conosco